• Mariana Klein

Como funciona o algoritmo do Facebook? (E como usá-lo a nosso favor?)


Talvez você já tenha ouvido falar que o Facebook define o ranking de exibição das publicações usando um algoritmo. Neste post vou explicar para você como ele funciona, para que você possa trabalhar para melhorar o resultado orgânico das suas publicações por lá.

O algoritmo é uma fórmula, é um conjunto de passos para solucionar um problema. E o problema, no caso, é selecionar o que os usuários verão no seu feed de notícias e em que ordem isso será exibido. Essa fórmula está dividida em 4 etapas: Inventário, Sinais, Previsão e Pontuação.

Inventário A primeira etapa inicia quando o usuário abre seu Facebook. Neste momento o algoritmo faz um inventário, uma lista de tudo o que as páginas e amigos publicaram na rede.

Sinais Feito o inventário, ele passa a tomar uma decisão sobre o que exibir para o usuário, usando dados que o Facebook chama de 'Sinais'. Milhares de dados são usados para fazer o ranking do conteúdo neste momento, como quem publicou a história, qual é o dispositivo de conexão do usuário, qual é a qualidade da conexão, horário do dia e muito mais.

Basicamente o Facebook usará as informações já fornecidas pelo usuário em relação ao seu conteúdo preferido, como as páginas que ele decide curtir, seguir ou deixar de seguir. E, além disso, entram também sinais relacionados à quem publica e ao conteúdo em si, como:

- com que frequência aquela página publica? - esta página já teve feedback negativo? - quanto tempo as pessoas passam, em média, interagindo com o conteúdo desse autor? - qual é o engajamento médio das publicações desse autor? - algum amigo do usuário comentou a publicação? - as informações da página estão completas? - quão informativa é a publicação?

Previsões O Facebook usa os sinais para fazer previsões e calcular probabilidades, por exemplo:

- qual é a chance de aquele usuário comentar, clicar, compartilhar uma história? - qual é a chance de o usuário achar este conteúdo informativo? - o conteúdo parece ser clickbait? - qual é qualidade do site de destino?

Pontuação Depois de calcular as probabilidades, o Facebook passa a atribuir uma pontuação de relevância, que é um número que representa o quanto o Facebook pensa que você pode estar interessado em uma determinada publicação.

Esse processo vai se repetir todas as vezes que o usuário abrir seu Facebook.

Como otimizar seu conteúdo para o Algoritmo do Facebook? A primeira coisa a considerar é que o seu conteúdo precisa ser relevante, interessante e acrescentar valor para o público da página. Ele precisa trazer um resultado para o tempo que o usuário investe nele, além de ser compartilhável e incentivar as pessoas a clicarem e comentarem. Se ele não trouxer essas características é possível que as pessoas não se interessem.

E também é importante que o conteúdo seja criado para minimizar o feedback negativo dos usuários e trazer feedback positivo da audiência, como comentários positivos, curtidas e reações positivas, como amar, rir ou se espantar.

Você deve, ainda, manter um fluxo constante de publicações e se preocupar em construir uma audiência real e engajada com o seu produto ou serviço, para isso é possível usar a ferramenta de Informações do Público e criar uma boa segmentação para suas campanhas.

A questão central do conteúdo é responder: como seu produto ou serviço resolve o maior problema do seu consumidor? Tendo isso em mente fica mais simples entender como entregar este conteúdo.

Se você gostou deste post continue construindo conhecimento por aqui:

YouTube | Instagram | Cursos

#Facebook #PáginadeFacebook #Algoritmo #cursodesocialmedia #cursodemídiassociais #AlcanceOrgânico

  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon

© 2017 por Petit Mídias Sociais. Todos os direitos reservados. | Porto Alegre | Caxias do Sul | Gramado - RS | [email protected]CNPJ: 16.957.878/0001-50