• Mariana Klein

Por que minha página de Facebook não dá resultado?


Uma reclamação recorrente quando se fala em página de Facebook para empresas é: “Eu tenho a página, coloco posts lá e nunca ninguém veio comprar de mim porque viu no Facebook”. E aí você pensa: não tem vários casos de empresas que vivem apenas de mídia digital? Não tem aqueles pequenos empreendedores que começaram pequenos, tímidos, e cresceram por causa da força da rede social?

Este post é para explicar alguns pontos fundamentais que você pode ter deixado de fora da equação quando se trata de página de Facebook. Vamos ver quais são?

1. Falta construir sua presença digital

Na maioria das vezes que se pergunta para alguém: Qual é o seu objetivo com a página? A resposta será: Vender mais.

É meio óbvio que esse será o objetivo de qualquer investimento, seja no digital ou no offline. Só que, quando falamos de redes sociais, para chegar ao ponto de vender há um caminho que precisa ser percorrido.

Pensa comigo: você é impactado por um post sugerido. Este post apresenta um produto que chama sua atenção e você decide entrar na página para conhecer melhor a loja. A página está sem publicações há alguns dias, tem poucas curtidas, poucas interações nos posts e as poucas interações não foram respondidas. Os posts têm imagens feias e textos longos e repetitivos. Você compraria um produto desta loja? Você sairia da sua casa para conhecer esta loja?

No dia seguinte, você é impactado por um outro post, com outro produto interessante. A página tem várias curtidas, posts publicados a cada 2 dias, com imagens chamativas e textos criativos, diversas interações e todas elas respondidas. Qual dessas duas lojas ganharia seu clique e sua preferência?

Antes de vender, é preciso construir a sua presença digital, é preciso mostrar para as pessoas que sua empresa é confiável, que respeita o consumidor, que tem bons produtos ou serviços, que é uma referência na área de atuação. Se esta primeira etapa for cumprida com sucesso, a venda é consequência.

E, ainda, depois de vender é preciso fidelizar o consumidor, conversar com ele frequentemente para que, na próxima vez, ele procure a sua empresa e não a de um concorrente.

Será que sua página está pronta para “Vender mais”? Será que ela não precisa de uma organização antes disso? E, se ela já está vendendo, o que você está fazendo para manter seu consumidor encantado? Qual é o seu diferencial? Como você se comunica com quem compra de você?

2. Falta planejamento

Construir a presença digital tem a ver com planejar as ações a serem desenvolvidas na página.

-Que linguagem você vai falar na página? Que tipo de publicações vai fazer?

-O que você vai fazer nos próximos feriados do ano? Tem alguma dessas datas que esteja alinhada com o seu produto ou serviço e mereça alguma ação comercial especial?

-Qual é o produto ou serviço preferido pelo seu público? Quantos posts você vai publicar sobre ele no mês?

-Este mês tem alguma data comemorativa que faça sentido você celebrar com um post?

-Qual produto ou serviço você precisa destacar nesta quinzena?

-Quais recursos do Facebook e de outras ferramentas você vai usar para melhorar seu conteúdo?

Estes são apenas alguns dos vários questionamentos que precisam ser feitos ao elaborar um planejamento anual. Este planejamento anual vai nortear o planejamento mensal que, por sua vez, vai guiar a pauta semanal ou quinzenal.

Você pode até publicar na página de Facebook 2 vezes por semana apenas, mas cada um destes posts precisa ser pensado com o maior cuidado, para atingir o seu objetivo.

E é importante lembrar que não vale ficar enchendo linguiça na página compartilhando posts de páginas de portais de notícias. O conteúdo da sua página deve ser criado para o seu público e deve aproveitar cada pedacinho do alcance que se pode ter. Afinal, você não está querendo gerar cliques para o site do jornal, você está querendo gerar cliques para o seu site e vendas para a sua empresa. Você não está em busca de interações para a página dos outros, sua preocupação precisa ser com a sua página.

3. Falta clareza de segmentação de público

Quem é o seu público-alvo? Do que essas pessoas gostam? Que lugares elas frequentam? Quais são os valores mais importantes para a vida delas? Que momento de vida elas estão vivendo agora? Como falar com elas neste momento?

Quando se fala de conteúdo relevante é fundamental saber responder essas perguntas, porque elas ajudam a compreender o que seu público quer ler na página da sua marca, quais posts vão gerar mais interações e de onde virá o sucesso da sua página de Facebook.

Só conhecendo o público de forma aprofundada é possível criar conteúdo que propicie o engajamento. Só conhecendo o seu público é possível vender mais.

4. Falta investimento

Quantas horas por dia você dedica para a página de Facebook da sua empresa? Quanto do seu faturamento você investe na criação de campanhas de Facebook Ads? Quanto você está disposto a pagar para uma agência ou um freelancer que gerencie sua presença digital?

Pode até parecer, em um primeiro momento, mas o uso comercial do Facebook requer investimento, seja de tempo ou de dinheiro.

No caso do tempo, que tal começar aprendendo habilidades que podem te ajudar a divulgar sua empresa e seu produto na página de Facebook? Você pode fazer um curso de mídias sociais online ou presencial; pode estudar materiais criados por profissionais do marketing; pode fazer benchmarking; verificando como seus concorrentes estão trabalhando sua comunicação (não vale copiar nada de ninguém, viu?); pode elaborar o planejamento da sua marca.

Anota aí alguns recursos que são legais para quem está começando:

Facebook Blueprint

ORGblog

Negócio Criativo

O investimento do tempo para aprender e planejar pode resultar em bons resultados orgânicos (sem precisar criar anúncios) para sua marca. Ações promovidas na vida real, como aquelas feitas com influenciadores, podem trazer bons resultados para sua página de Facebook.

No caso do dinheiro, é preciso determinar uma verba a ser usada nas divulgações dentro do Facebook, isso por causa do algoritmo da plataforma. Algumas fontes estimam que o alcance orgânico das publicações de páginas pode ser de apenas 2% a 6%. Ou seja, os posts que não recebem investimento podem ser exibidos para apenas 2% a 6% do número de pessoas que curtem sua página. Para chegar nas 94% de pessoas restantes é preciso anunciar.

E, quanto mais pessoas, páginas e publicações na rede, menor tende a ser esse alcance orgânico.

Isso não quer dizer que você precisa impulsionar todas as publicações, até porque, quanto menor e mais real o número de curtidas da sua página melhor vai ser seu alcance orgânico - no caso da Petit, por exemplo conseguimos frequentemente ultrapassar os 100% de alcance orgânico.

O próprio Facebook indica quais posts você deveria promover, mas você também pode decidir observando o envolvimento das pessoas nas primeiras duas horas de vida daquela publicação: quanto maior o alcance e o envolvimento, melhor será o resultado do seu anúncio. Aqui tem um passo a passo de como impulsionar.

Então, lembre-se: quanto melhor o conteúdo maior a chance de alcançar mais pessoas. Quanto melhor for construída sua base de curtidas, maior a chance de alcançar mais pessoas. E, quando você tiver o melhor resultado, vale investir um pouco para aumentar ainda mais o alcance.

Conta pra mim no e-mail - [email protected]: Essas dicas ajudaram a pensar o que pode estar dando errado na sua página? O que mais você gostaria de saber?

Mariana Klein - Diretora da Petit Mídias Sociais

Você já seguiu nosso canal no YouTube? Petit Escola no Youtube

E nossa página no Facebook? Petit Escola no Facebook

E nosso perfil no Instagram? Petit Escola no Instagram

Já assinou nossa newsletter? News da Petit Escola

Já viu nossa lista de cursos disponíveis? Nossos cursos

#campanhas #FacebookAds #Algoritmo #Facebook #cursodemídiassociais #MídiasSociais #PáginadeFacebook

 

QUEM ESCREVEU ESTE POST? 

Oi, eu sou a Mariana Klein.

Sou Estrategista de Marketing Digital com uma década de experiência e mais de 250 clientes já atendidos em toda a América Latina. Sou Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e minha especialidade é Performance de Campanhas em Mídias Digitais (Social Ads, Google Ads, Native Ads).

Sou professora há 20 anos e no momento ensino Marketing Digital na Especialização em Comunicação e Marketing Estratégico (Faculdade Senac Porto Alegre) e  Métricas e Indicadores no MBA em Mídias Sociais Digitais (Universidade Franciscana - Santa Maria / RS).

Clique para ver mais detalhes do meu currículo.

  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon

© 2017 por Petit Mídias Sociais. Todos os direitos reservados. | Porto Alegre | Caxias do Sul | Gramado - RS | [email protected]CNPJ: 16.957.878/0001-50