Hashtags no Facebook: Usar ou Não Usar?

1 Nov 2017

Você já teve dúvidas sobre usar hashtags nas suas publicações no Facebook? Já parou para refletir se elas trazem, de fato, algum retorno importante para o alcance ou engajamento de uma publicação? Hoje vamos trazer alguns dados para você entender até que ponto faz sentido usar essas tags nas publicações.

 

 

Já sabemos que no Twitter e no Instagram as hashtags são usadas para categorizar as publicações, então se você publica uma foto do Rio de Janeiro vai usar #RiodeJaneiro para sua foto ser categorizada junto das demais. Ou se você está em casa assistindo TV pode usar #MasterChefBR para entrar na conversa sobre o programa.

 

E no Facebook? Será que o funcionamento é o mesmo?

 

As hashtags foram disponibilizadas no Facebook em 2013, e a plataforma incentivava as marcas a usarem as tags, com o objetivo de unificar campanhas nas diversas redes sociais. Isso tudo fazia parte do lançamento do Graph Search, que buscava tornar a rede mais aberta e mais simples para pesquisas, mas os usuários do Facebook não queriam isso (e o graph search acabou não tendo vida longa).

 

Ao contrário do Twitter, em que naturalmente as interações são públicas, no Facebook as pessoas buscam mais privacidade e conexões apenas com pessoas que estão conectadas a elas na vida real.

 

Em um estudo atualizado com dados de 2017, estão dados que dizem que no Facebook as publicações sem hashtags alcançam mais pessoas que aquelas com #.

 

E, ainda, que quanto maior o número de hashtags usadas no Facebook, menor é o número de interações.

 

Uma outra pesquisa, que analisou 1 bilhão de posts de 30 milhões de páginas chegou à mesma conclusão: o uso de hashtags diminui o engajamento.

Com uma amostra tão grande é possível confiar no resultado: hashtags no Facebook não são uma boa ideia.

 

Essas quedas, tanto de alcance quanto de engajamento, podem ser causadas por diversos fatores:

 

1. #Lembra #quando #as #pessoas #legendavam #seus #posts #assim?

O uso incorreto das hashtags pode ter levado o público em geral a vê-las como uma tentativa extrema e de baixa qualidade para chamar a atenção do público.

 

2. Se não tem limite, vou usar muitas

O Facebook não limita o número de hashtags que podem ser usadas em uma publicação, o que leva alguns usuários a inserirem 30, 40 tags em um post. Novamente entramos na questão da tentativa de chamar a atenção a qualquer custo, que acaba afastando as pessoas.

 

3. O mesmo post está no Facebook, no Twitter e no Instagram

O ato de replicar as publicações também pode afastar o usuário, que vê o mesmo conteúdo em diversos canais e acaba não sabendo qual é a melhor forma de interagir com ele.

 

4. É vírus?

Apesar de muitos nativos digitais estarem nas redes sociais, ainda há muitos usuários que não têm intimidade com a tecnologia e, especialmente por não serem usuários de Twitter, não compreendem para que serve aquela palavra depois de um sustenido, podendo até pensar que se trata de um vírus.

 

Para pensar

Diante de tantos dados que explicitam o resultado negativo das hashtags no Facebook fica a conclusão: é melhor não usar.

Planeje seu conteúdo de forma a contemplar as especificidades de cada rede social e não caia na armadilha de replicar todas as publicações, lembre que essa aparente facilidade pode ter um preço caro.

 

Há algum tempo publicamos um post sobre erros comuns no Instagram e como escolher as hashtags para suas publicações, dá uma olhada para buscar melhores resultados.

 

 

Please reload

Please reload

  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon

© 2017 por Petit Mídias Sociais. Todos os direitos reservados. | Porto Alegre | Caxias do Sul | Gramado - RS | contato@petitmidiassociais.comCNPJ: 16.957.878/0001-50